Governo dos Açores - Secretaria Regional da Educação, Ciência e Cultura - Direção Regional da Cultura


Orquestra Regional Lira Açoriana | Temporada Artística 2019

  • Música/Music
  • Auditório do Ramo Grande
  • 2019-04-18 às 21:30

A Direção Regional da Cultura, em parceria com a Cooperativa Praia Cultural, promove o concerto da Orquestra Regional Lira Açoriana, no âmbito da Temporada Artística 2019.

Quando passam 150 anos do nascimento do compositor Açoriano Francisco Lacerda, não podia a Orquestra Regional Lira Açoriana deixar de interpretar música de sua autoria. Embora se conheçam pequenas peças escritas por Lacerda para agrupamentos instrumentais de sopros, as mesmas não se encontram devidamente estudadas e editadas pelo que se optou por interpretar uma transcrição daquela que é sem dúvida a sua obra mais conhecida para Orquestra Sinfónica: Almourol.

Mantendo o nosso foco em compositores insulares interpretaremos First Suite in E-flat, Op. 28/1 do compositor inglês Gustav Holst. Apesar de ter sido a primeira obra que Holst escreveu para banda, a qualidade da escrita cedo a catapultou para um lugar de destaque como uma das obras de referência do repertório para orquestra de sopros.

Para escrever a obra They Hung Their Harps in the Willows, o compositor americano Francis McBeth inspirou-se numa passagem do Livro dos Salmos, concretamente no Salmo 137, que evoca o momento em que os Judeus cativos se sentam junto aos rios da Babilónia e choram ao recordar Sião. O Salmo fala também de vingança pela destruição de Jerusalém o que sem dúvida transparece no carácter dramático que a obra expressa.

Em 2017 o jovem compositor Nelson Jesus venceu o prestigiado prémio de composição da WASBE (Associação Mundial para Bandas Sinfónicas e Ensembles) na categoria de obras para Orquestras Juvenis. Wolf Tears, obra galardoada com este prémio, tem, nas palavras do compositor: “[...] como ponto de partida o moteto "Audivi Vocem Caelo" do compositor português Duarte Lobo (c.1565-1624). Pode ser vista como um conjunto de variações sobre as quatro primeiras notas do tema de Lobo. Primeiro através de sons e intervalos isolados e depois como motivos que desenrolam em melodias que pela sua interacção parecem ser escritas e orquestradas de uma "forma renascentista". No coral final, aparece pela primeira vez o moteto completo. A peça termina com uma reflexão entre uma harmonia de tom menor (o mal) e uma melodia de contorno maior (o bem). As quatro notas aparecem novamente, desta vez num som celestial. Serão estes os sons que Lobo ouviu dos céus? (Audivi Vocem Caelo - Eu ouvi uma voz do céu). O título Wolf Tears deriva da tradução inglesa do apelido do compositor citado (Lobo - Wolf).”

Darius Milhaud, compositor de origem francesa, viveu exilado em vários países durante o período da 2ª Guerra Mundial. Em 1945, estando Milhaud radicado nos Estados Unidos da América, foi desafiado pela editora LEEDS MUSIC a compor uma obra para Orquestra de Sopros. Como forma de celebrar o fim da Guerra e de dar a conhecer ao povo americano a música do país que as Forças Armadas Estado-unidenses tinham ajudado a libertar, Milhaud escreve a Suite Française. Nesta obra o compositor faz um uso livre de melodias tradicionais francesas misturando-as com melodias da sua própria autoria ilustrando cada uma das cinco províncias francesas que os aliados libertaram do domínio Nazi.

Sang! é uma obra celebratória de alegria e juventude que funde influências da música africana e do Funk com um modo de construção típico da música erudita. Esta forma de compor é uma das imagens de marca do compositor americano Dana Wilson que funde também em si mesmo as facetas de Professor de Composição no Ithaca College School of Music com a de pianista de Jazz.

 

*Entrada Livre

*A entrada será livre ( mediante o levantamento de bilhete)

Academia de Juventude e das Artes da Ilha Terceira - 2.ª a 6ª: 09h00 - 17h00

Bilheteira do Auditório do Ramo Grande - Dia do espetáculo: 19h30 – 21h30

Online: www.ticketline.sapo.pt )

CONTACTOS PROMOTOR:

Palacete Silveira e Paulo
Rua da Conceição
9700-054 Angra do Heroísmo
Terceira . Açores . Portugal

Telefone: (+351) 295 403 000
Fax: (+351) 295 403 001 / 403 071

Correio Eletrónico:
drac.info@azores.gov.pt
drac.cca@azores.gov.pt - Centro de Conhecimento dos Açores

Ilha: Terceira
Concelho: Praia da Vitória
Sítio: http://www.culturacores.azores.gov.pt/default.aspx


  • Imprimir
  • -->

    Pesquisa

       
         

    //and this too!

    Em Foco:

    A Agenda Cultural do portal Cultura Açores pretende facultar ao público o acesso à informação sobre os acontecimentos de carácter cultural em todas as ilhas dos Açores ou promovidos pelos Açores, no exterior do arquipélago.

    Prestaremos um serviço sistematicamente mais eficaz, quanto maior for o número de agentes culturais a disponibilizarem informação sobre as atividades que promovem, contribuindo para a divulgação e promoção do calendário de eventos culturais dos Açores.

    A Agenda Cultural dos Açores está à disposição de todos os promotores culturais, de forma acessível e gratuita. Para utilizar esta agenda, como meio de divulgação, contacte-nos através do e-mail agenda.cultural@azores.gov.pt ou do telefone nr. 295 403 000 (Direção Regional da Cultura - Centro de Conhecimento dos Açores).

    A Secretaria Regional da Educação e Cultura/Direção Regional da Cultura não se responsabiliza pelas alterações, adiamentos ou cancelamentos de eventos divulgados através da Agenda Cultural dos Açores, que decorram de imprevistos e/ou incumprimento por parte dos promotores na atualização da informação sobre os mesmos.