Governo dos Açores - Secretaria Regional da Educação, Ciência e Cultura - Direção Regional da Cultura

O Porto da Horta e a 1ª Travessia aérea do Atlântico Norte

  • Exposições/Exhibitions
  • Museu da Horta
  • 2016-02-10 até 2017-12-31

 Para assinalar o 95º aniversário da 1ª Travessia Aérea do Atlântico Norte com escala na ilha do Faial, o Museu da Horta inaugurou uma exposição em maio de 2014.

Esta é composta por fotografias sobre o evento histórico, documentação impressa, equipamento aeronáutico, destacando-se o modelo do hidroavião à escala de 1:8, projetado pelo Engº Fernando Teixeira.

O porto da Horta foi a escala do primeiro voo transatlântico por etapas, numa viagem do hidroavião NC-4, cuja tripulação era constituída pelo comandante tenente Albert Cushing Read, pelos pilotos tenentes Elmer Stone e Walter Hinton, pelos engenheiros James Breese e Eugene S. Rhodes, e o rádio operador Herbert C. Rodd.

O NC-4 (Navy Curtiss) fazia parte de uma esquadrilha de três hidroaviões composta pelo NC1 e o NC3, que pertenciam à U.S.Navy, e para segurança da travessia atlântica foram colocados 21 navios balizadores - destroyers - a partir de Cape Race (Terra Nova, Canadá), a intervalos de 50 kms.

A rota do NC- 4 teve início na base naval de Rockaway Beach (Nova Iorque), de onde descolou no dia 8 de maio de 1919, mas por avaria de dois motores prosseguiu a viagem à superfície até à Naval Air Station de Chatham (Massachusetts), chegando só a 14 de maio a Halifax (Nova Escócia, Canadá), ao contrário dos outros dois hidroaviões. No dia seguinte, rumou a Trepassey Bay (Terra Nova e Lavrador, Canadá), e a 16 de maio descolou para prosseguir a rota do Atlântico, chegando a amarar na baía da Horta às 13.23h do dia 17 de maio, contornando a costa norte da ilha do Faial.

Concluída esta primeira etapa, o NC- 4 continuou a sua aventura épica no dia 20 de maio, amarando em Ponta Delgada, seguindo-se Lisboa a 27 de maio (Tejo), depois Figueira da Foz (Rio Mondego) e Ferrol (noroeste da Galiza), concluindo a travessia aérea em Plymouth (sudoeste da Inglaterra) a 31 de maio de 1919.

Os comandantes do NC1 e do NC3, tendo verificado a visibilidade reduzida a zero e o combustível a chegar ao fim, optaram por uma amaragem de emergência em pleno oceano, a 17 de maio. O NC1 ao fazer a amaragem a nordeste da ilha do Corvo, foi destruído por vagas alterosas e afundou-se, sendo a sua tripulação resgatada pelo cargueiro grego “IONIA” e posteriormente recolhida pelo destroyer Columbia que se dirigiu à Horta, e o NC3 no limite da sua capacidade, depois de amarar a sudoeste do Faial, voltou a descolar e amarar a cerca de 200 milhas de Ponta Delgada, e ao fim de 53 horas de navegação marítima auxiliado por dois motores, alcançou o seu porto, muito danificado e incapaz de voar.

      

 

 

 

 Foi o NC-4, o único avião da esquadrilha a terminar a viagem transatlântica, que pelas avarias que teve no início da viagem o tinham apelidado de “Lame Duck” (Pato Coxo), colocando doravante o porto da Horta na rota das carreiras comerciais da hidroaviação internacional, com início em finais dos anos 30 do séc. XX. Ponto de escala e reabastecimento a cidade da Horta serviu de base às novas e pioneiras companhias de hidroaviação como a PanAm (1939-1945), Air France (1939), British Overseas Airways (1941-1945) e a Lufthansa (com os célebres navios catapulta, 1936-1938).

 

CONTACTOS PROMOTOR:

Museu da Horta
Palácio do Colégio, Largo Duque D' Ávila e Bolama
9900-141 Horta

Telefone: 292 392784
Fax: 292 293441

Ilha: Faial
Concelho: Horta

Pesquisa

   
     

Em Foco:

A Agenda Cultural do portal Cultura Açores pretende facultar ao público o acesso à informação sobre os acontecimentos de carácter cultural em todas as ilhas dos Açores ou promovidos pelos Açores, no exterior do arquipélago.

Prestaremos um serviço sistematicamente mais eficaz, quanto maior for o número de agentes culturais a disponibilizarem informação sobre as atividades que promovem, contribuindo para a divulgação e promoção do calendário de eventos culturais dos Açores.

A Agenda Cultural dos Açores está à disposição de todos os promotores culturais, de forma acessível e gratuita. Para utilizar esta agenda, como meio de divulgação, contacte-nos através do e-mail agenda.cultural@azores.gov.pt ou do telefone nr. 295 403 000 (Direção Regional da Cultura - Centro de Conhecimento dos Açores).

A Secretaria Regional da Educação e Cultura/Direção Regional da Cultura não se responsabiliza pelas alterações, adiamentos ou cancelamentos de eventos divulgados através da Agenda Cultural dos Açores, que decorram de imprevistos e/ou incumprimento por parte dos promotores na atualização da informação sobre os mesmos.